Os Fatos e Estatísticas do GP Canadá 2015

GP do Canadá

GP do Canadá
F1 2015 Canadá

Lewis Hamilton pode igualar um recorde inalcançável há 45 anos, já na próxima rodada do campeonato.
A grande vitória de Hamilton no Canadá significa que ele agora leva um total de 16 corridas consecutivas no topo da tabela, começando no grande prêmio da Hungria no ano passado. Ele precisa apenas de mais uma corrida no topo para igualar o recorde de 17 consecutivas, definido por Jackie Stewart, entre os Grandes Prêmios dos Estados Unidos de 1968 e e da Bélgica de 1970.

O líder do Campeonato da Fórmula 1 voltou mais uma vez a convencer, desta feita em Gilles Villeneuve, que não existe de momento um outro piloto com a artilharia mecânica para o bater. Sua pontuação total agora está em 2.143, passando à frente de Nigel Mansell. Apenas quatro pilotos lideraram mais voltas do que Hamilton em suas carreiras: Michael Schumacher, Ayrton Senna, Alain Prost e Sebastian Vettel. Companhia de luxo, não é?

GP do Canadá

Hamilton perto de marcar mais uma etapa na história

Juntamente com a 37ª vitória, Hamilton junta assim a sua 44ª pole position à sua carreira, recheada já de inúmeros feitos. Em termos de comparação, apenas Vettel bate também Hamilton (quanto temos em conta os pilotos atualmente em competição) neste parâmetro, possuindo um total de 45 pole positions.

Hamilton também igualou a melhor sucessão de partidas de primeira fila de Vettel, indo agora na 14ª. No entanto, precisa ainda de manter a posição por mais dez corridas de forma a igualar recorde de Ayrton Senna. Ou seja, Lewis Hamilton necessitaria de se manter na frente até ao GP de Novembro, que ocorre no México.
A vitória de Hamilton deu à Mercedes sua primeira vitória no GP do Canadá e sua 35ª vitória total. Isso coloca a empresa em pé de igualdade com a Renault e a Brabham no sexto lugar na lista dos mais vezes vencedores de todos os tempos. O segundo lugar para Nico Rosberg deu à Mercedes a sua vigésima chegada em combinação 1º-2º.
GP do Canadá
A terceira posição da grelha ficou para Kimi Räikkönen, que atingiu assim a sua melhor posição em mais de dois anos, desde que ficou em segundo no GP Shanghai de 2013. Lotus também alcançou seu melhor desempenho de qualificação dupla desde 2013   ocupando o quinto e sexto lugares, valor mais alto alcançado desde o GP de Hungria desse ano. Para Pastor Maldonado, sexto, foi o seu melhor desempenho desde que se alinhou em terceiro em Abu Dhabi, no ano de 2012.
No GP do Canadá, Räikkönen percorreu a volta mais rápida pela 42ª vez em sua carreira. Issocoloca por conta própria no segundo lugar do ranking de todos os tempos, com mais uma do que Prost e precisando de mais 25 para alcançar Schumacher.

Participe da Comunidade do Google Plus

Participe da página no Facebook

Participe no Grupo de Classificados de Veículos Usados do Facebook

Participe do grupo no Linkedin

Participe do Instagram

Participe do grupo no Tumblr

Participe do Pinterest

Participe do Twitter

Visite a Loja do Metal Omega no Mercado Livre